10 tecnologias que deixam saudades

Tecnologia é quase sempre sinónimo de evolução. Contudo, alguns gadgets e tecnologias acabam por ter um tempo de vida curta e são descartadas ou substituídas.  No artigo de hoje fomos à procura de tecnologias que quando estavam no auge, ninguém diria que iriam praticamente desaparecer. Felizmente, algumas destas 10 tecnologias que deixam saudades, voltam a despontar e regressam discretamente ao nosso dia a dia. Têm saudades de outros gadgets ou tecnologias do passado? Digam-nos quais nos comentários deste artigo!

 

10. Panela de pressão

10.Panela pressão Era o gadget mais excitante que as nossas avós utilizavam no dia a dia. Com o advento dos micro-ondas, da comida congelada e das Bimbys, as panelas de pressão foram caindo em desuso. Apesar de vários mitos sobre a perigosidade da sua utilização (experimentem por os dedos dentro da Bimby enquanto ela pica cebola para verem o que é bom!), é perfeitamente segura e continua a ser uma das formas mais eficientes de cozinhar.

9. Carros mecânicos

 09.Carocha Quem tem um carro com menos de 10 anos, tem um painel de instrumentos todo bonito e cheio de luzinhas e mensagens! A evolução tecnológica dos automóveis centrou-se bastante na parte electrónica e hoje em dia stressamos quando temos uma luz desconhecida acesa no tablier. Que saudades dos carros que não passavam a vida a avisar que poderiam ter problemas! O carro simplesmente parava e alguém desenrascava uma forma de o voltar a pôr a andar! Hoje qualquer coisinha exige um engenheiro aeroespacial com doutoramento em física para mudar uma vela!

8. Napster

 08.Napster Quem não se lembra da febre do Napster! Foi esta rede de peer-to-peer que revolucionou a partilha online de música. O seu único problema? Os direitos de autor! A sua morte? Não ter enveredado por um esquema que permitisse a compra online das músicas. Tornou-se uma plataforma a abater para as editoras discográficas e apesar de ter durado pouco tempo, revolucionou a indústria e nunca foi realmente substituída.

7. Polaroid

 07.Polaroid Eram máquinas caras e a produção de cada fotografia também não era barata. Mas se pensarmos bem no assunto, hoje com a fotografia digital temos milhares de fotografias no computador que provavelmente olharemos para elas um par de vezes durante a vida. A beleza da fotografia instantânea era exactamente o facto de existir – podia estar desfocada, escura, com um dedo à frente, mas estava ali à nossa frente enquanto quiséssemos!

6. Joysticks

 06.Joysticks Um pau e dois botões! Era esta a complexidade máxima para jogar num computador há 25 anos atrás. Para dominar os gamepads mais actuais é necessário estudar um manual de instruções com 200 páginas! As consolas tornaram-se máquinas poderosas e os jogos mais exigentes obrigaram os comandos a evoluir e a perder o charme e a simplicidade com que qualquer pessoa o agarrava e jogava de igual para igual com o seu opositor.

5. Baterias de longa duração

 05.Nokia Estamos dependentes das tomadas de electricidade! Esta dependência agravou-se durante os últimos anos, em que a maioria dos fabricantes de equipamentos electrónicos optou por desenvolver funcionalidades, em detrimento da autonomia energética. Como é que deixámos desaparecer das nossas necessidades que o telemóvel tem de durar uma semana sem ficar sem bateria? E trabalhar num portátil eficiente é poder utilizá-lo durante 6 horas? O dia tem 8 horas!!!

4. BBSs

 04.BBSs Não é a primeira vez que falamos de BBSs (Bulletim Board Systems) aqui no em10taque e há novamente uma boa razão para as trazer à baila! A Internet é cada vez mais uma ferramenta de lazer, trabalho e gestão, mas também se tem tornado impessoal e comercial. Tudo tem uma duração efémera. Há sempre algo diferente, melhor ou mais em voga e acessível com um simples clique. Na era das BBSs (a pré-Internet) tudo era diferente! Imaginem uma Internet do vosso bairro, onde todos se conhecem onde se discute problemas que interessam à comunidade e onde se partilha conhecimento online que facilmente se complementa offline! Saudades!

3. Vinyls, CDs e Cassetes

 03.CD-Collection É um facto que a música se tornou extremamente transportável nos últimos anos. Está acessível em quase toda a parte e pode ser comprada, ouvida e tocada em praticamente qualquer aparelho. O que também é um facto é que o carinho e a importância que se davam a um CD acabado de comprar, se perdeu! Aquela mística de olhar para a colecção de caixinhas com música dentro, escolher um álbum e po-lo a tocar é coisa do passado! Ouvir música deixou de ser um hobby, para passar a ser um acto corriqueiro e está sempre presente em qualquer lado!

2. Concorde

 02.Concorde O Concorde começou a operar em 1976 e tornou-se no primeiro avião supersónico de carreira comercial. Nascido duma parceria Anglo-Francesa, foi um projecto financeiramente desastroso, mas que revolucionou os transportes. Permitia, a quem despendia uma pequena fortuna, viajar de Londres a Nova-York em 3h30 a velocidades acima das do som! Depois do acidente em 2000 e dos ataques de 11 de Setembro, a Airbus decidiu suspender os voos e em 2003 foi efectuado o último voo desta maravilha da tecnologia. Por alguma razão a tecnologia utilizada no Concorde não foi reaproveitada noutros projectos e o tempo de voo entre Londres e Nova York continua a ser em média de 7-8 horas, o mesmo que em 1960 !!!

1. Exploração espacial

 01.Exploração espacial O homem deixou a sua pegada na lua há 44 anos. Nessa altura todos pensavam que até ao ano 2000 estaríamos em Marte e quem sabe mais além! A realidade é que com o fim da guerra fria, a exploração espacial arrefeceu, ao ponto de nos dias de hoje ser incipiente. Todo o conhecimento e treino que existia até final dos anos 80 foi-se perdendo, o que implica que quando o Homem quiser regressar ao espaço terá de redesenhar a tecnologia, os meios de transporte e treinar uma fornada de astronautas sem experiência.

 

 

 

Artigos Relacionados:

10 tecnologias emergentes em 2013
Os 10 melhores tweets da semana (2013.25)
Imagens da Semana (2013.36)
Imagens da Semana (2013.44)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

404