10 coisas que os homens dizem e que para as mulheres não fazem sentido 3

Depois dos 10 essenciais da maquilhagem, e dos 10 passos para organizar um casamento de sonho, o artigo de hoje é escrito pela Marta, autora do blog Post-it Amareloe nada mais sério do que a revelação pública das 10 coisas que os homens dizem e que para as mulheres não fazem sentido! É certo e sabido que a sua dispensabilidade não deve, nem pode ser discutida. Precisamos deles, da mesma forma que precisam de nós, independentemente do tipo de relação mantida. Porém, e se está assente que a guerra afincada dos sexos deixou de ter adeptos há já muito, também o está que a nossa loucura reactiva, face a determinados conteúdos informativos da espécie, se mantém boa saúde. Há coisas que, com uma determinação característica para a repetição frequente, só um homem nos poderá dizer sem qualquer dúvida ou pudor face, e mantendo um encanto juvenil entusiasmado, que ninguém lhes consegue (nem quer) arrancar. Nós só não as entendemos. E, suspeito, nunca iremos entender.

 

10. “Ficas melhor sem maquilhagem”

1Há o clássico “ficas melhor sem maquilhagem”, que é bonito e, dependendo do momento, até romântico, mas é também continuamente substituído por um “Estás muito cansada não estás? Tens um ar doente”, exactamente pela mesma pessoa, depois de lhe darmos ouvidos. Isto porque, e embora nenhuma mulher precise de estar pintada para ser bonita – maquilhagem não faz milagres -, também não piora ninguém (ninguém que saiba o que está fazer, note-se), e ajuda-nos, muitas vezes, a não parecer que saímos de um episódio de The Walking Dead.

9. “O filme é brutal, está cheio de mortes e mortos-vivos, é só sangue”

2Depois há os comentários repletos de esperança, que nós ouvimos sempre de outra forma, como “o filme é brutal, está cheio de mortes e mortos-vivos, é só sangue” ou “vou só ali petiscar qualquer coisa”. Na realidade, as mensagens que recebemos, e que não nos permitem compreender o entusiasmo inerente, são mais parecidas com “outro filme parvo” ou “duas sandes e cinco iogurtes não são um petisco”. O mesmo se aplica à maioria das conversas sobre automóveis, motos ou futebol, ainda que os temas não sejam estanques. Para o meu pai, por exemplo, existe uma felicidade (não) contagiante na descoberta de novos antivírus, de que é capaz de falar sem parar, durante horas a fio.

8. “O que é que queres que eu diga?”

3A questão “O que é que queres que eu diga?” é geralmente decorrente de episódios de discussão. Ora se estamos caladas, à espera que falem e se, ainda por cima, nos damos ao trabalho de perguntar se não têm nada para dizer, porquê responderem-nos com uma pergunta sem qualquer conteúdo? Queremos que nos digam o que querem dizer, pois está claro! O que, invariavelmente, conduz a um desesperante (para nós) e arrastado (para eles) “eu não tenho nada para dizer”.

7. “Não te enerves”

4Para outros momentos de tensão, há-as não exclusivas dos homens, mas tipicamente utilizadas por eles: “Não te enerves” ou “Acalma-te”, quando já estamos enervadas e só nos fazem ficar ainda mais. Ou “não chores”, quando temos lágrimas a querem cair. Obrigada pelo empurrão. Sendo completamente justa, compreendo que se estivermos a participar numa discussão, daquelas que são tipo monólogo, e começarmos a elevar a voz, numa tentativa inconsciente de fazermos com que nos respondam, é “normal” que, a determinado ponto, nos peçam para termos calma. Lógico que não irá ter o efeito pretendido, mas percebe-se de onde vem.

6. “Não gosto de discutir”

5As zangas têm pano para mangas, é verdade. Mas nós também não temos especial prazer em iniciá-las. E se, já depois de terminarmos tudo o que temos para ouvir, juntamente com o ponto 8, fizerem questão de mencionar este, como se não fosse nada com eles, como se estivéssemos ali numa actividade paralela que não compreendem, o caso só pode dar para o torto. Porque nós gostamos de discutir, está claro. Sim, vá. Há mulheres que gostam. Constantemente e sem qualquer motivo. Não é o caso de TODAS nós.

5. “Estás com o período, não estás?”

6Felizmente, não sofro desta patologia. Não da menstruação, que (in)felizmente toca a todas as mulheres saudáveis, mas de um namorado/ irmão/ pai que me atira isso à cara cada vez que pareço ter um comportamento mais desequilibrado do que o comum. Tenho, no entanto, relatórios de muito boas amigas que vivem com esta doença que é a capacidade dos homens deixarem sair da sua boca frases completamente invertebradas que, de facto, só poderiam ser ditas por alguém que “só” tem a barba para fazer, decorrente da sua condição masculina.

4. “Não conseguimos jantar os dois amanhã, pois não?”

2012 SupeRugbY: Vodacom Bulls training session and press conferencePoderia também existir toda uma tese de doutoramento em torno das coisas-que-querem-fazer-mas-que-não-nos-dizem-directamente-apesar-de-já-termos-percebido-que-sim-e-que-envolvem-sempre-um-pois-não-ou-não-é. “Não conseguimos jantar os dois amanhã, pois não?”, ou “Mas isso acaba cedo, não é?”. Senhores, bem sei que somos seres complicados, que nem sempre reagimos coerentemente ao mesmo tipo de questões. Se há coisa que apreciamos, contudo, é que sejam directos e honestos em relação ao que pretendem. Sobretudo porque percebemos logo quando vos apetece mesmo, mesmo, ir jogar à bola ou ir para os copos com os amigos.

3. “Ninguém nota”

8Esta dá para quase tudo: ninguém nota que temos uma borbulhona gigante no meio da testa. Ninguém nota que sujámos o vestido. Ninguém nota que estivemos a chorar. Ninguém nota que os sapatos não condizem. Ninguém nota que chegámos atrasados. Ninguém nota que salgámos a comida. Ninguém nota, mas, quando eles notam, são os primeiros a fazer um olhar perdido e assustado. Só os outros é que eles acham que não vão notar, especialmente se os interrompermos durante uma actividade tão importante quanto a visualização de qualquer modalidade desportiva na TV, para perguntarmos se alguém vai reparar.

2. “A minha mãe faz isso melhor”

9Posso também suspirar de alívio pelas poucas vezes que esta me foi reservada, ao longo da minha jovem vida. Mas é verdade que já a ouvi. É verdade que a continuo a ouvir em casais amigos. Especialmente se envolver cozinha e um prato de que eles até gostam mesmo, mesmo, mesmo. Nunca vamos ser iguais às mães, sim? Nem queremos. Nem vocês deveriam querer.

1. “Ainda falta tanto tempo”

10E, por último, não em grau de importância, mas porque tenho travado uma batalha pessoal, em nome de toda o espécime feminino, para que estas expressões sejam renegadas por todos os homens à face da terra, “Ainda falta tanto tempo” ou “Não sabemos o futuro” são coisas a erradicar da sua linguagem e ponto final. Ninguém aqui é adivinho. Nós também não sabemos o que vai acontecer. Mas gostamos, mais ainda se isto for no contexto de uma relação com já algum tempo, que tenham alguma perspectiva do que gostariam que viesse a acontecer. Se depois dá certo ou não, isso logo se vê. Podemos, todavia, ter objectivos, sim? Digam-me de vossa justiça, ficamos ou não ficamos muitas vezes com um ar perplexo a olhar para um homem sem que ele sequer se aperceba do mesmo?

 

Marta, no meio das Martas, é mais uma em terapia constante, devido ao trauma “Ok, Teleseguro” sofrido nos anos de liceu. Virou-se para a escrita, já depois da escrita se ter virado para ela, e descarrega as questões que a atormentam e divertem, no dia-a-dia, num blogue público, que obriga os amigos a ler. São coisas de quem tem pé de Cinderela. De quem não gosta de café, mas adora Starbucks. De quem devora livros e séries e, se pudesse, países. Vá, e algumas lojas. E de quem assina o Post-it Amarelo, actualizado de rajada ou vítima de uma seca profunda.

 

Artigos Relacionados:

Os 10 Essenciais da Maquilhagem
10 passos para organizar o casamento de sonho
Os 10 cromos das empresas
10 jogos de rua em vias de extinção

3 comentários a “10 coisas que os homens dizem e que para as mulheres não fazem sentido”

  1. Marta diz:

    Fagun10,
    Era exatamente esse tipo de comentário masculino que eu temia!! 😛

  2. Fagun10 diz:

    Estivemos a conferenciar aqui no em10taque, Eucli10 e Hero10 e eu e para nós as frases fazem todo o sentido!

  3. Sara Lajas diz:

    Eu conheço a Marta e ela tem toda a razão em todos os pontos, sem dúvida. Também já fui “vítima2 de algumas destas preciosidades e, ultimamente, os nossos queridos namorados têm tendência em concordar em todas as opiniões, até no que toca à escolha para lá de dificil de um vestido para um casamento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

404