10 locais a visitar nos Açores – Grupos Central e Ocidental

Depois de já termos explorado aqui no em10taque os locais de visita indispensável no grupo oriental do arquipélago dos Açores (São Miguel e Santa Maria), focamos neste artigo o que de melhor há para ver nos grupos central (Faial, Graciosa, Pico, São Jorge e Terceira) e ocidental (Corvo e Flores). Fiquem com os 10 locais a visitar nos Açores – Grupos Central e Ocidental.

 

10. Farol da Ponta da Barca (Graciosa)

10.Farol da Ponta da BarcaEntrou em funcionamento a 1 de Fevereiro de 1930 e está localizado na elevação da Ponta da Barca, na costa noroeste da ilha Graciosa. A sua torre mede 23 metros de altura, sendo o mais alto dos Açores. Em frente a este farol situa-se a famosa baleia de pedra, uma curiosa formação rochosa que, vista de perfil, se assemelha a uma baleia.

9. Poça do Bacalhau nas Lajes das Flores (Flores)

09.Poça do BacalhauTrata-se de uma piscina natural alimentada por uma cascata com 90 metros de altura, envolvida por uma paisagem de extraordinária beleza, onde o visitante se pode banhar. Pode ainda fazer o trilho que ali passa que começa no Miradouro das Lagoas, passa pela Caldeira Seca e pela Caldeira Branca, proporcionando bonitas vistas sobre a Fajã Grande.

8. Praia de Porto Pim (Horta)

08.Porto PimEsta é a praia mais frequentada da ilha do Faial. O seu areal tem uma extensão de 350 metros e encontra-se inserida na Área de Paisagem Protegida do Monte da Guia, integrada no Parque Natural do Faial. A sua origem vulcânica é reconhecível pela presença de duas elevações próximas, o Monte da Guia e o Monte Queimado. Em especial o Monte da Guia impõe-se pela sua altura, dominando claramente o relevo das imediações.

7. Caldeirão (Corvo)

07.Caldeirão (Corvo)Com mais de três quilómetros de perímetro, a vasta cratera do Caldeirão tem no fundo, a cerca de 300 metros do bordo, duas lagoas de forma irregular, onde a imaginação pode ver sete das nove ilhas dos Açores nas formas dos pequenos cones de cinzas vulcânicas.

6. Marina do Faial (Horta)

06.Marina do FaialNão se vai à Horta sem se ir à marina do Faial. Inaugurada em 1986, com capacidade para 300 embarcações, é actualmente a quarta marina oceânica mais visitada e uma das mais importantes do Mundo. Por outro lado há um ponto de encontro para todos os velejadores e visitantes à Horta, o Peter café. Basta repetir a frase que inúmeras vezes foi dita “Se velejares até à Horta e não visitares o “Peter”, não viste a Horta na realidade”.

5. Fajã dos Cubres (São Jorge)

05.Fajã dos CubresA Fajã dos Cubres é uma das mais bonitas e exóticas fajãs da ilha de São Jorge não sendo habitada de forma permanente. Localizada na encosta norte da ilha, na freguesia da Ribeira Seca, herdou o nome das plantas com pequenas flores amarelas, denominada Cubres, muito abundantes nesta zona. O caminho de acesso faz-se por uma estrada aberta na rocha, e asfaltada em 1993. É por essa estrada que passam a maioria dos romeiros, visitantes e turistas que vão à Fajã da Caldeira de Santo Cristo.

4. Angra do Heroísmo (Terceira)

04.Angra do HeroísmoEsta capital histórica da Ilha Terceira é considerada Património Mundial pela UNESCO, sendo uma das três capitais regionais dos Açores, juntamente com a Horta e Ponta Delgada. A cidade e o seu antigo forte do século XVI foram de importância estratégica para mercadores e comerciantes portugueses e espanhóis, ao longo dos séculos, que usavam o porto abrigado da ilha como ponto de paragem entre África, Europa e as Índias Ocidentais e Américas. Não deixem de visitar o Monte Brasil, o Castelo de São João Baptista, o Alto da Memória, o Museu de Angra do Heroísmo e o Museu do Vinho.

3. Algar do Carvão (Terceira)

03.Algar do CarvãoÉ sem dúvida a cavidade vulcânica mais conhecida nos Açores tendo-se tornado na primeira com condições de recepção a visitantes. Neste algar os visitantes podem descer até cerca de 100 metros de profundidade, e observar estalactites únicas no mundo pelas suas características de silicatos, e uma lagoa subterrânea, de águas cristalinas. O cone vulcânico, que alberga no seu interior o Algar do Carvão, situa-se sensivelmente no meio da ilha Terceira, a norte da cidade de Angra do Heroísmo.

2. Vulcão dos Capelinhos (Horta)

02.Vulcão dos CapelinhosO vulcão dos Capelinhos é reconhecidamente um marco na vulcanologia mundial. Foi uma erupção submarina devidamente observada, documentada e estudada, desde do início até ao fim. Apareceu em condições privilegiadas, junto de uma ilha habitada, com estrada, farol e telefones privativos. O Centro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos, inaugurado em agosto de 2008, foi concebido de modo a preservar a paisagem existente na área afectada pela erupção do Vulcão dos Capelinhos em 1957/58, na ponta oeste da Ilha do Faial.

1. Montanha do Pico (Pico)

01.Montanha do PicoA Montanha do Pico é um estrato-vulcão que, com 2351 m de altitude, é a mais alta montanha de Portugal. O ex-libris é a vista deslumbrante do topo. Para escalar a montanha certifique-se que está em boas condições de saúde, tem equipamento adequado para as mudanças meteorológicas e que tenha um guia ou alguém que conheça bem a montanha. Subir a montanha é uma experiência fantástica e disponível a todos os que estiverem aptos a actividades físicas e que possuam vontade.

 

 

Artigos Relacionados:

10 comidas de que uma emigrante Portuguesa mais tem saudades
A semana em 10 comentários de uma Manta Rota
A semana em 10 comentários de um Hostel de Sobrevivência
10 museus a visitar no Porto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

404