10 locais a visitar no Alto Alentejo

Ocupando cerca de um terço do continente, o Alentejo é a região de Portugal que associamos às planícies, ao sossego, ao vinho e à gastronomia. Dividido entre Alto e Baixo, o seu nome tem origem no “Além-Tejo” e nas suas vilas e cidades são visíveis as influências romanas e mouras. Neste artigo listamos os 10 locais a visitar no Alto Alentejo que deve de incluir numa passagem por esta região fantástica do nosso Portugal.

 

10. Gavião

10.GaviãoO Gavião é uma vila portuguesa no Distrito de Portalegre com cerca de 1,800 habitantes. Em termos patrimoniais, “a paisagem é o principal monumento desta vila histórica”, como referiu António Nabais em “Viagens na Nossa Terra”. Numa visita ao concelho do Gavião é indispensável uma passagem pela praia fluvial do Alamal, uma das mais belas de Portugal, e uma visita obrigatória ao Castelo de Belver, erguido na margem direita do Rio Tejo e considerado um dos mais completos da arquitectura militar medieval portuguesa.

9. Fronteira

09.FronteiraLocalizada na margem esquerda da ribeira de Avis, a norte da cidade de Estremoz e a sudoeste da cidade de Portalegre, Fronteira é uma bonita Vila tipicamente Alentejana. A sua fundação é atribuída ao Rei D. Dinis que aqui construiu o Castelo, do qual restam hoje em dia algumas ruínas. Muito antes já o lugar tinha sido povoado como provam os diversos monumentos megalíticos, entre eles cerca de 30 antas e os dólmenes da Necrópole Megalítica da Herdade Grande ou as rochas gravadas da Herdade dos Pintos. Perto da vila está acessível a Praia Fluvial da Ribeira Grande, oferecendo variadas actividades desportivas e de lazer a todos os visitantes.

8. Nisa

08.NisaÉ uma vila Alentejana caracterizada pelo típico casario de faixa colorida e afamada pelos seus saborosos queijos de ovelha. Com uma longa história, Nisa é rica em património, como o que ainda resta do Castelo do século XIII, as Portas da Vila que ainda restam das seis originais (a da Vila e a de Montalvão), as Igrejas Matriz do século XV e da Misericórdia do século XVI (com um interessante Museu de Arte Sacra) ou um conjunto impressionante de quatro monumentos megalíticos. A encimar a vila está, a cerca de 3 km a bonita Ermida de Nossa Senhora da Graça, do século XVI.

7. Alter do Chão

07.Alter do ChãoPensa-se que Alter do Chão terá tido origem num povoado Romano, atravessado por uma das três vias militares que ligavam Lisboa a Mérida e da qual fariam parte as ruínas das Termas que hoje se encontram junto à Vila. Caracterizada pelo Castelo, cuja construção remonta ao século XIV e por várias igrejas, Alter do Chão é sobejamente conhecida pela sua Coudelaria, fundada em 1748 por D. João V, com vista à criação de cavalos de raça lusitana para a Picaria Real e que é de visita obrigatória.

6. Monforte

06.MonforteSituada no alto de um monte, junto à margem esquerda da Ribeira Grande, é uma vila marcada pela influência romana, como atestam a “Villae” Lusitano-Roaman de Torre de Palama (Século II ao Século IV d.C.) e as vias, estradas e pontes que ainda hoje persistem no local. O monumento mais emblemático da Vila é o seu Castelo, hoje em dia em Ruínas, mas há outros que exigem uma visita como as igrejas de Nossa Senhora da Conceição (século XVII), a de São João Batista (Século XVIII) e a da Madalena (onde se encontra actualmente o Museu Municipal, de colecção arqueológica), decoradas com bonitos e artísticos azulejos.

5. Marvão

05.MarvãoA vila de Marvão situa-se no alto de uma escarpa rochosa, a mais de 800 metros de altitude. A enorme estrutura defensiva de muralhas e baluartes abraça o conjunto edificado, guardando toda a vila medieval. Foi construída por razões defensivas e é a única fortificação portuguesa que manteve valor estratégico até ao século XIX. Participou em todas as guerras de Portugal contra inimigos externos, fazendo parte da primeira linha defensiva do território português. Em 1226 recebeu, de D. Sancho II, um dos primeiros forais régios do Alentejo.

4. Ponte de Sôr

04.Ponte de SôrDesde a época romana, altura em que fazia parte da via que ligava Lisboa a Mérida, que Ponte de Sôr se tornou conhecida. Na origem da sua fundação estará a ponte romana que lhe deu nome. A região onde se insere Ponte de Sor terá sido pertença da Ordem dos Templários e recebeu ao longo dos séculos regalias dos mais importantes monarcas tais como D. Sancho I, D.Dinis, D. Fernando e D. Manuel, quem lhe outorga novo foral em 1514.

3. Avis

03.AvisA vila de Avis desempenhou um papel de destaque na História do nosso País, por ter sido a sede de uma das mais importantes Ordens Militares e ter dado nome à mais emblemática dinastia portuguesa. Erigida sobre um morro de granito que atinge os 201 metros de altitude, Avis oferece aos visitantes paisagens inesquecíveis. Do cimo das torres do Castelo que ainda existem ou da varanda do Jardim do Mestre é possível apreciar os vastos campos que rodeiam Avis, até ao horizonte.

2. Crato

02.CratoCrato é uma cidade cheia de história que é fácil reconhecer à medida que se caminha pelas ruas. Além da arquitectura romana dos edifícios há neste município outros pontos de interesse como as mais de 70 antas, duas das quais classificadas Monumento Nacional: a Anta do Tapadão e a Anta do Crato. Mas como a cultura é o ponto forte desta vila, os visitantes, de 28 a 31 de Agosto, podem assistir ao Festival do Crato que traz sempre grandes nomes da música e que este ano conta com Skunk Anansie, Aurea, Richie Campbell e Azeitonas, entre outras.

1. Portalegre

01.PortalegrePortalegre foi um ponto crucial na defesa nacional durante a Idade Média, tornando-se num dos distritos historicamente mais conhecidos de Portugal. Mas sabe-se que Portalegre já era habitado muito tempo antes da época medieval, através dos seus inúmeros vestígios romanos e monumentos pré-históricos. Passeie pelas ruas sinuosas calcetadas, que o conduzirão às principais atracções; desde edifícios de inspiração barroca aos requintados museus, dos famosos exemplos de arquitectura religiosa aos magníficos fragmentos das muralhas medievais.

 

 

Artigos Relacionados:

A semana em 10 comentários de uma Micro Alga da Linha
Os 10 melhores Tweets da Semana (2013.34)
Imagens da Semana (2013.44)
10 lagos que toda a gente devia visitar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

404