10 locais a visitar em Coimbra 2

Cidade de ruas estreitas, pátios, escadinhas e arcos medievais, Coimbra é sem dúvida uma das cidades mais bonitas de Portugal. Marcada pela universidade, a primeira da Portugal (criada em 1290) e uma das mais antigas da Europa, a cidade desenvolveu-se  em duas frentes: a cidade alta, designada por Alta ou Almedina, onde viviam os aristocratas, os clérigos e, mais tarde, os estudantes; e a Baixa, do comércio, do artesanato e dos bairros ribeirinhos populares. Banhada pelo Rio Mondego, continua a ser o mais importante pólo comercial, cultural e intelectual do centro do país, muito graças aos cerca de 30.000 estudantes que anualmente fazem da cidade a sua casa. Culturalmente é riquíssima, o que dificultou a nossa  selecção dos 10 locais a visitar em Coimbra.  Como diz o fado, “Coimbra é uma lição … de sonho e tradição … o lente é uma canção … a lua a faculdade”!

 

10. Coninbriga

10.Conimbriga É um dos maiores complexos de ruínas romanas do país, que comprova que Coimbra foi habitada pela primeira vez durante os séculos VIII e IX AC.. Para além das muralhas da cidade, dos mosaicos, de modernos sistemas fluviais, dos banhos termais e de vários edifícios, foi construído no local um museu que contém o espólio de objectos encontrados durante as escavações.

9. Quinta das Lágrimas

 09.Quinta das lagrimas Este jardim romântico serviu de palco à trágica história de amor entre D. Pedro e Inês de Castro – uma lenda que inspirou a literatura, poesia e música. Repleta de árvores e fontes antigas, com um palácio do século XIX e ruínas neogóticas, este local está envolto pela mais pura beleza. A famosa Fonte das Lágrimas, evoca simbolicamente as lágrimas e o sangue derramados por Inês de Castro quando foi tragicamente executada em 1355 por ordem do pai de D. Pedro, o rei D. Afonso IV.

8. Portugal dos Pequenitos

 08.Portugal-dos-pequenitos Idealizado por Bissaya Barreto e projectado pelo arquitecto Cassiano Branco, o Portugal dos Pequenitos é desde 8 de Junho de 1940, um espaço que fica no imaginários de todas as crianças que por lá passam. É uma pequena vila de casas em miniatura que retrata o quotidiano da sociedade nacional, a sua cultura e a presença portuguesa no mundo.

7. Penedo da Saudade

 07.Penedo da Saudade Situado num topo rochoso da cidade, hoje um jardim, o nome advém da tradição, segundo a qual D. Pedro ia frequentemente ao local, então conhecido por Pedra dos Ventos, chorar a perda da sua Inês.
No séc. XX, por ocasião de reuniões de cursos e outros eventos académicos, foi sendo hábito colocar ao longo dos recantos do jardim lápides com versos, particularmente no recanto do jardim denominado “sala dos cursos”. Bustos de poetas emblemáticos da cultura portuguesa, como António Nobre, Eça de Queirós e outros estão na “Sala dos Poetas”.

6. Igreja de Santa Cruz

 06.Igreja de Santa Cruz Este antigo mosteiro obteve o estatuto de Panteão Nacional em 2003 e abriga os túmulos dos primeiros reis de Portugal – D. Afonso Henriques e D. Sancho I. Embora fundado em 1131 pela Ordem dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho, a estrutura foi totalmente renovada quatro séculos mais tarde pelo rei D. Manuel I, que alterou a arquitectura original do mosteiro para o estilo Manuelino.

5. Parque Verde do Mondego

 05.Parque Verde do Mondego O parque foi inaugurado em 2004 com o intuito de aproximar o rio da cidade. O acesso é livre e a circulação automóvel é proibida. Tem mais de 400.000 metros quadrados com caminhos para passear e ciclovias, um skatepark, uma zona com areia para a prática do volley de praia e pavilhões de desporto e exposições.

4. Universidade de Coimbra

 04.Universidade de Coimbra É a mais antiga universidade portuguesa e uma das mais antigas do mundo, tendo sido criada no século 13, um século depois da fundação de Portugal.  Para além da grandiosa arquitectura de todo o complexo, a biblioteca joanina datada do século XVIII é o seu maior tesouro, (contando com mais de 250.000 obras) e irá encantá-lo com a opulência de inspiração barroca. A UC tem programas de visitas guiadas, para ficar a conhecer o espaço (saiba mais aqui http://www.uc.pt/informacaopara/visit/guia).

3. Sé velha e Sé Nova

 03.Sé velha A Sé Velha é um edifício em estilo românico dos mais importantes do país. A sua construção começou quando D. Afonso Henriques se declarou rei de Portugal e escolheu Coimbra como capital do reino, no século XII.
A Sé Nova foi construída no século XVI, tendo sido o primeiro colégio jesuítico em todo o mundo. Conhecido pelo seu alto rigor de ensino, por ele passaram um vasto número de evangelizadores que espalharam a doutrina cristã nos novos mundos conquistados pelos portugueses.

2. Mosteiro e Convento de Santa Clara

 02.Mosteiro e Convento de Santa Clara As fascinantes ruínas deste mosteiro são um dos primeiros exemplares da arquitectura gótica do país. Após a morte de D. Dinis no século XIV, a rainha Santa Isabel fundou o mosteiro e dedicou o resto da sua vida à religião. Graças à sua profunda devoção e generosidade, a rainha foi canonizada após a sua morte e tornou-se numa das santas mais veneradas de Portugal. Este monumento também marca o local onde Inês de Castro, a eterna e trágica amante de D. Pedro, seria assassinada por tentar prosseguir com o seu amor pelo futuro rei de Portugal.

1. Arco de Almedina

 01.Arco de Almedina A cidade de Coimbra possuía uma cerca de muralhas, que remonta ao séc. XI e o arco faz parte da antiga muralha da cidade, onde se destaca a escultura da oficina de João de Ruão. Era uma das principais entradas da cidade, franqueando o acesso ao Bairro Alto da povoação. Supõe-se que este Arco tenha sido construído durante os reinados de D. Afonso III e D. Dinis. Actualmente é um dos pontos obrigatórios da cidade e serve de porta de entrada para a matriz de ruelas que caracteriza e simboliza a Coimbra antiga.

 

 

 

Artigos Relacionados:

10 miradouros de Lisboa
A semana em 10 comentários do Pombo Abel
10 locais a visitar no Alto Alentejo
Os 10 melhores Tweets da Semana (2013.36)

2 comentários a “10 locais a visitar em Coimbra”

  1. Conceição Silva diz:

    Interessante.

    Poderia ainda referir-se ao percurso da Universidade e à Companhia de Jesus.

  2. Joao Oliveira diz:

    Muito bem so falta o inderesso de cada local et se possible as cordenadas.
    Muito obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

404