10 desportos que ambicionam ser olímpicos

Os Jogos Olímpicos (J.O.) já pouco têm a ver com os da Grécia antiga e a evolução das olimpíadas do desporto foi extraordinária. À medida que evoluem, o comité olímpico tem que estar atento aos desportos que vão surgindo e saber se podem ou não ser incluídos, sem que os mais clássicos fiquem a perder, claro. Nos jogos de 2016, no Brasil, vamos ver alguns desportos novos que não fizeram parte da edição de 2012. O rugby de sevens, o golf e o kitesurfing (em substituição do windsurfing) vão fazer as suas estreias nas olimpíadas. Ainda assim, há muitas outros que gostariam de fazer parte da lista de modalidades oficiais dos J.O., mas por enquanto ainda fazem parte desta lista de 10 desportos que ambicionam ser olímpicos.

 

10. Softball

softballO softball é uma versão mais “soft” do baseball e foi apresentado nos J.O. de 1996 e 2008, apenas com equipas femininas. Em 2012 foi deixado de parte assim como o baseball (equipas masculinas) que tinha sido apresentado nos J.O. de 1904. Os representantes das duas modalidades estão neste momento a fazer um pedido conjunto para os J.O. de 2020. Softball de arena é a disciplina que está a ser proposta por ser mais fácil de organizar logisticamente.

9. Bowling

bowlingO Bowling foi mostrado nos J.O. de 1988 em Seoul, na Coreira. 20 paises competiram mas nunca mais voltou a ser incluído. Este desporto tornou-se famoso por todo o mundo e é considerado tão atlético como o tiro com arma ou arco.  Não faz sentido que o bowling se tenha tornado um falhanço olímpico, afinal de contas 20 países participaram da primeira vez.

8. Mixed Martial Arts – MMA

mmaO Pancrácio era uma antiga forma de luta grega praticada em alguns jogos olímpicos da antiguidade. Consistia numa mistura de luta livre e boxe e pode ter sido a fundação para o cada vez mais popular MMA. O boxe já faz parte dos J.O. e seria natural que o MMA, que é praticado em todo o mundo, também fosse aceite como modalidade oficial, seguindo as pisadas dos antigos. Como no caso do boxe, o MMA para os J.O. teria de ser modificado, não teria as raparigas de bikini a anunciar os combates no ring e os lutadores usariam protecção, mas teria tudo para ser um sucesso.

7. Karaté

karateO karaté é uma das artes marciais mais conhecidas e praticadas em todo o mundo e o pedido de inclusão já foi feito mais do que uma vez ao comité olímpico, mas sem sucesso. Com atletas de topo espalhados um pouco por todo o mundo, desde Itália, França, Azerbeijãoe muitos outros, o Karaté tem tudo para ser uma modalidade oficial.

6. Cricket

cricket_1O cricket fez parte dos J.O. de 1900, em Paris, com apenas duas equipas, a inglesa e a francesa, que era composta por jogadores ingleses. Nunca mais fez parte das modalidades para os J.O., mas hoje é um dos mais populares desportos no mundo, mas a principal razão para se incluir o cricket nos J.O. seria para que os países que o praticam como desporto nacional fizessem parte, como a India, Bangladesh ou Paquistão.

5. Futsal

futsalO futsal, como o futebol de praia, também foi rejeitado pelo comité olímpico para os J. O. de 2016. Se olharmos para o desporto do ponto de vista da popularidade, o futebol é o mais famoso desporto no mundo e o futsal, que também não pára de crescer em todo o mundo seria o desporto perfeito para fazer parte dos J. O.. Em termos de espaço para os jogos, poderia utilizar perfeitamente o mesmo pavilhão onde se pratica o volleyball e o basketball.

4. Futebol de praia

Futebol-de-PraiaO presidente da FIFA Sepp Blatter tentou fazer com que incluíssem o futebol de praia nos Jogos Olímpicos (J.O.) de 2016, no Rio de Janeiro, mas sem sucesso. A candidatura foi rejeitada tendo deixado muitos fãs e representantes do mundo do futebol desagradados com a situação. O futebol de praia tornou-se bastante popular na última década e com a popularidade do volley de praia nos J.O. faria sentido que o futebol fosse incluído. Ainda assim vão tentar para 2020.

3. Skating

skateCom a cada vez mais popular moda dos desportos radicais como os X-Games e com a inclusão da BMX nos J.O. parece natural que o skate também seja incluído num futuro próprio. Ao contrário dos J.O. de inverno não há muitos desportos que atraiam os mais jovens para o jogos, apesar de em muitas modalidades os atletas serem adolescentes. A inclusão do mais famoso desporto radical, praticado em todo o mundo há dezenas é algo que tem tudo para correr bem!

2. Surf

surfDepois de nos anos 90 o comité olímpico ter incluído o volley de praia e de o windsurfing (será substituído pelo kitesurfing em breve) ser uma modalidade oficial, os fãs dos desportos aquáticos estavam, à espera que o surf também se torna-se uma modalidade olímpica. Se o problema é a logística, com a tecnologia de hoje empregue nas piscinas de ondas, o sruf pode ser praticado em qualquer lugar e não só perto o mar, além do mais se as ondas tiverem todas as mesmas condições os atletas são julgados de forma mais justa.

1. Squash

squashO squash é daquelas modalidades que já deviam fazer parte dos J.O. há muitos anos. É praticado em todo o mundo, num court pequeno, pode ser em singles ou pares, é fisicamente exigente e renhido. tem tudo para ser uma modalidade olímpica de sucesso. Mesmo assim o comité olímpico negou a inclusão nos J.O. de 2016. Esperamos que não desistam e tentem de novo.

 

 

 

 

Artigos Relacionados:

As 10 corridas mais duras do mundo
A semana em 10 comentários de: RayBantes
Os 10 países com mais linha costeira
10 provas desportivas organizadas pela Red Bull

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

404