10 actividades de ginásio

Os ginásios tornaram-se uma parte importante da vida de muitos de nós. Desde a musculação às aulas de grupo, há uma enorme variedade de actividades que podemos praticar, e até podemos escolher aquela que mais se adequa aos nossos objectivos, seja emagrecer, ganhar elasticidade ou desenvolver a massa muscular. Com cada vez temos menos tempo disponível e procuramos uma actividade que, no menor espaço de tempo, nos ajude a ficar em forma. Para aqueles que não gostam de correr ou que não se conseguem motivar a praticar desporto sozinhos, os ginásios hoje em dia respondem bem a essa necessidade.

Para que fiquem a saber que há muita variedade,  apresentamos 10 actividades de grupo ou individuais que podem encontrar na maioria dos ginásios, porque apesar do pouco tempo que todos temos no dia a dia, não há nada como de 3 em 3 dias praticarmos uma actividade física para termos um estilo de vida mais saudável.

 

10. GAP

GAP

GAP – Glúteos, Abdominais e Pernas. Trata-se de uma actividade de trabalho aeróbico intenso com tornozeleiras e pesos. As cargas variam de acordo com o tipo físico de cada aluno. Para isso, é necessário fazer um teste de esforço e um profissional deve ajudá-la/o a escolher os pesos certos. São queimadas cerca de 300 calorias durante uma aula de GAP e os resultados começam a aparecer em duas semanas. Mas isso só acontece se a assiduidade for positiva e de, no mínimo, três vezes por semana. Para o melhor aproveitamento, insista numa alimentação balanceada e na combinação com exercícios anaeróbicos como a musculação.

 

9. TRX

trx1

Nasceu do programa de treino dos Seals da marinha dos EUA, para que os seus soldados pudessem treinar em qualquer lugar de modo a manterem uma condição física de excelência com um único aparelho. Fácil de transportar (pouco mais de 1kg.) permite o maior número de exercícios possível assim como a progressão do próprio treino. O TRX está indicado para o treino individual ou em grupo e baseia-se no treino de força e da propriocepção (consciência da postura, do movimento, das partes do corpo e das mudanças no equilíbrio), recrutando as principais estruturas “core” e promovendo a estabilização das articulações em todos os exercícios. Este sistema transforma o peso do corpo do utilizador em resistência variável. Os utilizadores escolhem o nível de dificuldade dos exercícios simplesmente fazendo variar a posição do próprio corpo.

 

8. Localizada

ginastica_localizada

Uma das mais tradicionais formas de fazer exercício físico é a ginástica localizada. É uma das actividades mais procuradas nos ginásios e as aulas estão sempre lotadas de alunos assíduos prontos para muita transpiração e esforço. O nome ginástica localizada vem do facto se serem praticados exercícios em séries para cada segmento muscular ou por segmentos articulares. Com muita música e movimento, o professor dita os exercícios, as séries a serem feitas e as correcções para a execução perfeita do movimento. A aula  dura em média 60 minutos e deve ser feita pelo menos 3 vezes na semana, para que os efeitos benéficos sejam alcançados com sucesso.

 

7. Zumba Fitness

zumba

Dançar os mais diversos ritmos, acompanhando as coreografias com facilidade, perder centenas de calorias (são, em média, 600 a cada hora). É assim a vida de quem pratica Zumba Fitness, uma ginástica em forma de festa  que já arrebatou mais de 14 milhões de pessoas de variados tamanhos, formas e idades em mais de 150 países de todo o mundo.

 

6. Power Jump

powerjump

Esta actividade proporciona o condicionamento físico, alto gasto calórico e melhoria da postura utilizando o mini-trampolim. As músicas são explosivas e as coreografias simples, permitindo aos praticantes atingirem o melhor do seu potencial aos saltos.

 

5. Body Combat

body-combat

Um misto de luta e de ginástica, é uma actividade que ajuda a perder muitas calorias. O body combat é uma aula aeróbica que combina movimentos, socos, pontapés, joelhadas e movimentos derivados de várias actividades consideradas de autodefesa e artes marciais, como o Karaté, boxe, tai-chi-chuan, kick boxing e outros. Esta aula adquiriu um enorme sucesso devido à melhoria a nível cardio-respiratório e elevada queima calórica (em média 600 calorias em 1 hora de aula, para uma pessoa de 60 kg). Mas além destes benefícios há outros, como melhoria da coordenação motora, da força, da agilidade e da flexibilidade.

 

4. Ioga

Yoga

Muita gente pensa que Ioga é só alongamentos. É verdade que os alongamentos estão envolvidos mas o Ioga consiste na criação de equilíbrio do corpo através do desenvolvimento da força e da flexibilidade. Através de posturas, cada uma das quais com benefícios físicos específicos. As poses podem ser efectuadas de forma rápida e sucessiva para criar calor no corpo ou de forma lenta para que o alinhamento da posa seja mais perfeito. As posições são uma constante mas a sua abordagem pode variar consoante a vertente que o professor praticar.

 

3. Body Pump

bodyPump

É uma actividade de treino com pesos, sincronizados com as melhores músicas do momento, sob a orientação de professores especializados no programa. Cada aula dura uma hora e cobre 8 grupos musculares com as respectivas músicas, incluindo o aquecimento e o relaxamento no final. Também há aulas de 45 minutos que excluem dois grupos musculares, para quem não tem 1 hora livre.

 

2. Pilates

pilates1

O Pilates fortalece os músculos fracos, alonga os músculos que estão encurtados e aumenta a mobilidade das articulações. Movimentos fluídos são feitos sem pressa e com muito controle para evitar stress  O alinhamento postural é importante em cada exercício, ajudando na melhoria da postura global do indivíduo. Assim, a força, a tonificação e o alongamento são trabalhados de dentro para fora do corpo, tornando-o forte, harmonioso  e saudável.

 

1. Spinning

spinning

Um hora a suar como se não houvesse amanhã, é assim que descrevemos esta actividade. As aulas de RPM/Spinning são as ideais para quem quer perder peso, pois eliminam-se cerca de 700 calorias em apenas uma hora. A actividade ganhou muitos praticantes nos ginásios e está no topo da lista de preferidas. Porém, o que poucas pessoas sabem é que a sequência de exercícios feitas nas bicicletas ergo-métricas pode ser uma solução para quem sofre de problemas cardíacos.

Artigos Relacionados:

10 mitos sobre o exercício físico
10 desportos muito estranhos
Os 10 melhores circuitos citadinos
Os 10 melhores skaters da última década

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

404