10 projectos musicais nacionais 6

Há uma semana mostrámos que a arte de rua está a florescer não só em Portugal, mas em várias cidades pelo mundo fora. Nesta altura em que o sentimento de crise é transversal a toda a sociedade é bom saber e descobrir que nem todos se deixam levar pelo sentimento que tudo está perdido. Felizmente também a música nacional é feita por pessoas assim, que continuam a compor e a escrever música, em português ou inglês, mas feita cá dentro. Hoje apresentamos um grupo de artistas nacionais que, juntamente com muitos outros pelo país fora, fazem com que a música nacional mostre o seu valor e qualidade! Desde o Jazz ao Metalcore, passando pelo reggae, folk e outros estilos, para a lista desta semana ouvimos muita música, mas escolhemos pôr estes 10 projectos musicais nacionais em10taque.

 

10. Groove 4tet

groove4tet

Já aqui propusemos um concerto deles na rubrica 10encaminhar, no Music Box, e vale a pena ver e ouvir um concerto destes rapazes. Com 6 anos de existência apresentam-se com uma mistura viciante de blues, funk, jazz e soul a que ninguém fica indiferente. A vontade de dançar e muitas outras sensações são despertadas tanto ao vivo como ouvindo o álbum “Do The Right Thing”. www.groove4tet.com

 

9. Tv Rural

TV Rural

Não estamos obviamente a falar do programa de televisão, mas sim deste grupo de 5 rapazes que nos presenteiam com uma mistura de estilos, que Bernardo Barata (Diabo na cruz, Feromona) caracteriza de “jazzreggaefunkfadunchoafrodrumn’basspunkrockprogressivo”. Basta ouvir para perceber! Estão nestas andanças há mais de uma década e sempre com a língua portuguesa a passar a mensagem. Lançaram em 2007 o álbum “Filomena Grita!” e este ano “A Balada do Coiote”.  tvrural.bandcamp.com


8. Supernada

supernada

Também já os mencionámos na rubrica 10encaminhar e achamos que merecem que falemos neles de novo. Formaram-se em 2002 e, depois de um interregno de quase 10 anos, lançaram finalmente o tão esperado álbum “Nada É Possível”. São compostos por Ruca Lacerda na guitarra, Eurico Amorim nos teclados, Miguel Ramos no baixo, Francisco Fonseca na bateria e a voz inconfundível de Manuel Cruz (Ornatos Violeta).  www.facebook.com/bandaSUPERNADA

 

7. Walter Benjamin

Walter Benjamin

Não estamos a falar do filósofo alemão com o mesmo nome! Este escritor de músicas e produtor, apesar de sediado em Londres e cantar em inglês, é bem português!  Lançou em nome próprio vários EPs e o álbum “The National Crisis” pela  editora Merzbau, entretanto extinta. Este ano lançou o álbum “The Imaginary Life of Rosemary and Me” com a participação de vários músicos da cena musical portuguesa, como Márcia, B Fachada e Francisca Cortesão (Minta), entre outros. Faz-se acompanhar por João Correia na bateria e Nuno Lucas no baixo, ambos também de Julie & The Carjackers. soundcloud.com/walter-benjamin

 

6. Lydia’s Sleep

lydiassleep

Com um som mais agressivo, Post-rock/post-hardcore, que aqueles apresentados anteriormente, esta banda formou-se em 2010 e rapidamente os quatro rapazes de Lisboa e Setúbal a ganhar prémios em vários concursos de bandas, como o 1º lugar no concurso de bandas de garagem de Setúbal e o 1º lugar do Concurso de Bandas de Caldas da Rainha. Também marcaram presença em vários festivais como o FMI – Festival de Música Independente de Braga, a Festa Rentrée Bodyspace na cidade do Porto e o Festival Ecos do Sado em Setúbal. Lançaram este ano o EP “Wires” com 5 temas cheios de energia com a participação de Chris Common (These Arms Are Snakes).  lydiasleep.bandcamp.com/

 

5. Minta & The Brook Trout

minta

Tudo começou quando Francisca Cortesão (Minta) publicou no myspace umas músicas que tinha guardadas no baú. A coisa pegou e  juntaram-se os Brook Trout com Manuel Dordio na guitarra, Mariana Ricardo no baixo e José Vilão na bateria e percussão. Assim nasceu Minta & The Brook Trout. Juntos lançaram em 2008 o EP intitulado “You”, com um folk que deixava antever que o que estaria para vir seria concerteza bom.  Não foi preciso esperar muito e em 2009 saiu o álbum homónimo. Nesse mesmo ano entrou Nuno Pessoa para o lugar de José Vilão na bateria e em 2011 saiu o álbum “Carnide”, gravado ao vivo com participações de vários amigos. Este ano lançaram aquele que é considerado pela própria Minta o melhor registo do grupo, “Olympia”.  minta.bandcamp.com/album/olympia

 

4. Frankie Chavez

frankieChavez

Em dias como os de hoje Frankie Chavez leva-nos para o Verão, com os dias passados na praia com os amigos e as noites quentes de folia. Com uma mistura de blues e folk, cria um ambiente perfeito em que os efeitos das guitarras e a voz tornam qualquer ocasião especial. Apresenta-se normalmente como um one man show, mas ocasionalmente faz-se acompanhar por João Correia (Julie & The Carjackers) na bateria.  http://www.reverbnation.com/frankiechavez

 

3. More Than a Thousand

more-than-a-thounsand

Esta é para quem gosta de sons mais pesados, mas quem não conhece não perde nada em conhecer. Os More Than A Thousand (MTAT) são uma banda de metalcore que, ao longo dos 11 anos de existência, juntou uma base de fãs dentro e fora de Portugal capaz de fazer inveja a muitas bandas mais conhecidas. Os concertos são electrizantes, carregados de uma energia que se sente no ar através das músicas e da interacção dos músicos com a audiência. Estão juntos desde 2001 e contam no seu currículo discográfico com uma grande quantidade de EP’s e álbuns, o último lançado em 2010 com o nome “Make Friends and Enemies”. Preparam-se agora para lançar mais um registo intitulado de “Lost At Home”.  www.facebook.com/morethanathousand

 

2. Richie Campbell

richiecampbell

Para quem não o conhece ainda, Ricardo A.K.A  Richie Campbell já era bem conhecido no panorama do reggae nacional, através da banda Stepacide e da sua participação no projecto No Joke Sound System. Em 2008 teve uma maior exposição, depois de ter feito voicings sobre temas que tiveram bastante destaque na cena reggae europeia.  Em 2010 lançou-se numa carreira a solo e lançou o primeiro álbum “My Path”. Em 2011 já tinha atingido um lugar destacado que o levou a fazer a  primeira parte da tour europeia de Anthony B, artista jamaicano. Desde então não tem parado e prepara-se para lançar o novo álbum “Focused” em breve. www.facebook.com/RichieCampbellOfficial

 

1. Kalú

kalu

Se há um artista que dispensa completamente apresentações é este senhor bem conhecido do rock português! O famoso baterista dos Xutos & Pontapés decidiu aos 54 anos que estava na altura de arrancar com um projecto a solo. Rodeou-se de jovens e talentosos músicos e montou a banda que o acompanha nesta nova aventura. Está agendado o lançamento do primeiro álbum para o final de Janeiro de 2013 e, apesar de ainda não ter nome, já podemos ouvir dois singles, “Demagogia” e “Comunicação”, que dão uma boa ideia do potencial deste projecto. O rock nacional está vivo! www.facebook.com/Kaluubanda

 

Artigos Relacionados:

10 tradições de Natal explicadas
Os 10 mais jovens bilionários do mundo
As 10 fobias mais comuns
10 locais abandonados no mundo

6 comentários a “10 projectos musicais nacionais”

  1. hiata diz:

    NOVO VIDEO CLIP // NEW MUSIC VIDEO Hiata
    “Shallow Chemistry (oxygen)” from the Album “Vessel Receptor”

    Aqui está! Esperemos que gostem!
    Ajudem-nos a partilhar!!

    Here it is! We hope you like it! Feel free to give us your feedback.
    Help us spread the word! Share!!

    https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=uSF7TLbqaXk

  2. ze miguel diz:

    Faltam ai os The Royal Blasphemy…granda bandao! Vi os gajos no Alive e rebentaram a casa toda… A checar com muita atencao!

  3. Margo10 diz:

    A Miss R.F. já me tinha apresentado o Frankie e gostei muito! Existem prai 7 desta lista que não conheço mas tenho que explorar (os mais softs que os meus ouvidos são intolerantes a “pesadaria” lol). Mr Fagun10, quero muito ver a ti e à tua banda a constar de uma lista top 10 como esta 🙂

  4. Miss Shoes diz:

    Muito bom!

    É incrível como a qualidade da música nacional tem vindo a subir de nível em vários géneros. Acho que podemos voltar a dizer que se faz meeeesmo muito boa música em Portugal!

    Da vossa lista sou fã de MTAT (ultra, mega, mesmo muito!) e do Richie, que acho que merecem e muito este destaque, mas fiquei muito curiosa para aprofundar o pouco que conheço dos restantes!

  5. Ricardo diz:

    falta aqui norberto lobo!

    • Fagun10 diz:

      Boas Ricardo! Infelizmente não podemos falar de todos, reconhecemos a qualidade do Norberto e de muitos outros. A lista de bons músicos portugueses é, felizmente, longa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

404