10 meteoritos que ficaram na história 1

Volta e meia ouvimos notícias de asteróides que podem colidir e pôr em risco a Terra e a nossa existência. Apesar de sermos atingidos por meteoritos mais vezes do que pensamos, a verdade é que é muito raro isso acontecer com capacidade destrutiva suficiente para nos preocupar. Felizmente temos a atmosfera para nos proteger, qualquer objecto que por ela entre é desfeito mas de vez em quando lá passa um ou outro pedaço maior. Esses  pedaços são os meteoritos e hoje publicamos uma lista com os 10 meteoritos que ficaram na história.

 

10. Meteorito Ensisheim 

EnsisheimÉ o mais antigo registo de um meteorito. Caiu na Terra no dia 7 de Novembro de 1492, na pequena localidade de Ensisheim, em França. Uma explosão foi ouvida quando uma pedra com 150Kg caiu do céu num campo de trigo, segundo o relato da única testemunha, um rapaz que por ali passava na altura. A notícia espalhou-se depressa e os habitantes da cidade juntaram-se em volta do meteorito e começaram a parti-la em pedaços para levar como recordação. Hoje os pedaços da pedra encontram-se espalhados por museus em todo o mundo mas a maior parte encontra-se em exposição no Ensisheim Regency Palace.

9. Tunguska

tunguskaEste meteorito explodiu perto do Rio Tunguska em 1908. Não deixou uma cratera, o que levou a especulação sobre o acontecimento. No entanto a maioria dos cientistas acreditam que por volta das 7 da manhã  do dia 30 de Junho o meteorito entrou na atmosfera terrestre e explodiu numa enorme bola de fogo que arrasou floresta, destruiu casas e queimou pessoas e animais num raio de 20Km. Este caso ainda hoje está por se provar, a verdade é que até hoje nenhum vestígio de meteorito foi encontrado e há quem acredite que o que realmente aconteceu foi provocado por uma nave alienígena.

8. Peekskill

peekskillMichelle Knapp estava a descansar na sua casa em Peekskill, Nova York, no dia 9 de Outubro de 1992, quando um estrondo a assutou. Saiu para a rua para ver o que se passava e encontrou a bagageira do seu carro tinha sido esmagada por uma pedra do tamanho de uma bola de futebol que ainda fez uma cratera no chão. Depois de ter chamado a polícia, estes levaram a pedra e entregaram-na ao American Museum of Natural History, em Manhattan. Chegaram à conclusão que o meteorito tinha sido avistado primeiro a passar sobre o  Kentucky, e cuja descida foi filmada por mais de uma dúzia de video amadores.

7. A extinção dos dinossauros

dinosaurEm termos de estragos o meteorito anterior nesta lista não pode competir com este. Estamos a falar do meteorito que há 65 milhões de anos terá levado à extinção dos dinossauros. Teria perto de 10km de largura e provocou uma cratera com 177km de largura, espalhando no impacto toneladas de detritos e poeira para a atmosfera. Cientistas acreditam que terá provocado vários tsunamis de escala inimaginável, incêndios à escala global, chuva ácida e que a poeira e fumo terão bloqueado a luz solar de passar durante meses. É um assunto controverso mas a cratera de Chicxulub no Yucatan, México, é apontada como o local onde o impacto se deu.

6. Park Forest

park_forestQuando, no dia 26 de Março de 2003, Colby Navarro se encontrava sentado em frente ao seu computador, não poderia imaginar que um meteorito vinha a caminho de sua casa, irromper pelo telhado, acertar na impressora, ressaltar na parede e cair perto de um armário. A pedra com 10 cm de largura fazia parte de uma chuva de meteoritos que tinha atingido a área de Chicago, tendo estragado pelo menos 6 casas e 3 carros. Cientistas afirmaram mais tarde que antes de ser ter desintegrado em pequenos pedaços, a pedra teria o tamanho de um carro.

5. Hoba

Hoba_MeteoriteO meteorito Hoba foi encontrado numa quinta na Namíbia em 1920, e é o meteorito mais pesado alguma vez encontrado, com mais de 60 toneladas e acredita-se que tenha atingido a Terra há 80 mil anos.  Apesar do seu gigantesco tamanho, o meteorito não provocou uma cratera, o que leva os cientistas a acreditar que terá entrado na atmosfera terrestre com um ângulo muito fechado. Depois de ter sido descoberto a erosão, o vandalismo e a colheita de amostras por parte de cientistas reduziram o seu peso em 10 toneladas, mas em 1955 o governo Namibiano considerou-o um monumento nacional e é hoje uma grande atracção turística.

4. Barwell

BarwellNa véspera de Natal de 1965, milhares de fragmentos de meteorito caíram na cidade de Barwell, em Inglaterra. Os museus ofereceram imediatamente dinheiro por amostras dos fragmentos, transformando a anteriormente pacata vila num destino de topo para caçadores de meteoritos de todo o mundo. Hoje o fenómeno continua a cativar os entusiastas dos meteoritos e ainda se encontram fragmentos às venda na internet.

3. A cratera Barringer

BarringerHá cerca de 50.000 anos um meteorito com 48 metros de largura aterrou no deserto do Arizona, tendo deixado uma cratera com mais de 170 metros de profundidade. Conhecida como a cratera Barringer, o local é uma popular atracção turística. Os cientistas acreditam que o meteorito que causou esta cratera viajava a cerca de 45 mil km/h quando atingiu a Terra, o que provocou uma explosão 150 vezes mais potente que a bomba atómica usada em Hiroshima. O meteorito derreteu com a explosão.

2. Vredefort

vredefortCom 460 km de diâmetro, a cratera Vredefort na África do Sul, é a maior cratera da Terra. Estima-se que tenha sido criada há 2 biliões de anos e faz parecer a de Chicxulub (nº7 desta lista) uma coisa de crianças. A cratera, que foi criada por um meteorito com cerca de 9 km de largura, quase foi destruída pela erosão mas ainda se vê perfeitamente a cúpula criada pela força do impacto que fez com que a terra se deslocasse a partir do centro do impacto.

1. Bacia de Sudbury 

SudburyEsta cratera com 64 quilómetros de comprimento, 25 de largura e 14 de profundidade foi provocada por uma meteorito gigante que atingiu a Terra há 1,85 biliões de anos. Localiza-se em Ontario e é a casa de 162 mil pessoas. Em 1891, a  empresa Canadiana de extracção de cobre iniciou a extracção do minério desta bacia mas rapidamente descobriram que também ali encontravam níquel, que era mais valioso. Hoje a International Nickel Company opera naquela bacia e fornece 10% do níquel mundial.

 

 

 

 

Artigos Relacionados:

10 grandes artistas de rua
Os 10 países mais poluidores
10 grandes roubos bem sucedidos
Os 10 países com mais armas por habitante

Um comentário a “10 meteoritos que ficaram na história”

  1. Artur Amado diz:

    Ola!

    Se a 65 milhões de anos um meteoro de aproximadamente 10 km de largura destruiu a terra, como dizes, como é que a 2 milhões de anos atras um meteoro com quase o mesmo tamanho (9 km de largura) não destruiu a terra?

    Ou nada disso aconteceu ou os tamanhos são irreais. Acho que deves refazer este trabalho, pois para algumas regiões contêm tamanhos exagerados. Só para não dizer dos milhões de anos que não existem.

    Deus o criador não fez este mundo a milhões de anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

404