10 festas de Carnaval do mundo

O Carnaval tem a sua origem na Grécia em meados dos anos 600 a 520 a.C.. Através dessa festa os gregos realizavam os seus cultos em agradecimento aos deuses pela fertilidade do solo e pela produção. Passou a ser uma comemoração adoptada pela Igreja Católica em 590 d.C.. O período do Carnaval era marcado pelo “adeus à carne” ou do latim “carne vale” dando origem ao termo “Carnaval”. Durante o período do Carnaval havia uma grande concentração de festejos populares, cada cidade brincava de acordo com os seus costumes. O Carnaval moderno, feito de desfiles e fantasias, é produto da sociedade vitoriana do século XIX. A cidade de Paris foi o principal palco da festa carnavalesca nesta altura e serviu de inspiração a cidades como Nice, New Orleans, Toronto e Rio de Janeiro. No caso do Rio de Janeiro, o estilo foi bastante personalizado com desfiles de escolas de samba e exportado com sucesso para outras cidades do mundo, como São Paulo, Tóquio e Helsínquia.

Não é de estranhar que o Carnaval do Rio de Janeiro seja actualmente “O maior Carnaval do Mundo” pelo Livro do Guinness, com um número estimado de 2 milhões de pessoas, por dia, nos blocos de rua da cidade. Em 1995, o Livro do Guiness declarou o Galo da Madrugada, da cidade do Recife, como o maior bloco de Carnaval do mundo.

Por cá o Carnaval é também uma festa muito popular, festejada por todo o país e em que os foliões se empenham nas suas produções. De norte a sul as cidades fazem tudo para que o Carnaval seja o melhor de sempre, com desfiles de carros alegóricos e de máscaras pelas ruas, sem faltar a influência brasileira nos trajes e no samba. Os últimos governos tentaram “tirar” a terça-feira gorda ao povo, não o tornando um feriado oficial, mas muitas empresas e organismos públicos continuam a dar tolerância aos seus trabalhadores. Se há coisa que em Portugal não deixamos escapar é uma boa festa! E foi neste espírito, e porque “a vida são dois dias e o Carnaval são três”, que fomos à procura de 10 festas de Carnaval do mundo! A qual vamos em 2014?

 

10. New Orleans – Estados Unidos da América

mardi-gras

Os Estados Unidos da América não ficam indiferentes aos festejos carnavalescos. Em New Orleans é organizado o Carnaval mais famoso do país. Conhecido como Mardi Gras ou Terça-Feira Gorda, a maior particularidade desta festa está na tradição de distribuir colares enormes, coloridos e em grandes quantidades, que todos usam à volta do pescoço. Algumas mulheres até substituem as suas camisolas exclusivamente pelos colares… afinal, é Carnaval, e ninguém leva a mal!

 

9. Colónia – Alemanha

cologne-carnival

Esta festa compete com as brasileiras pelo prémio de qual dura mais tempo! A comemoração não dura o ano todo, mas começa às 11h11 do dia 11 de Novembro e só termina na quarta-feira de cinzas do ano seguinte. Geralmente, o público chega perto da casa do milhão. Os desfiles ocorrem em pleno inverno, o que exige fantasias mais pesadas para aguentar as baixas temperaturas. Tudo regado com muita kölsch, cerveja típica alemã, e marchas – há até mesmo um dia de baile brasileiro, com direito a funk carioca e axé. O Carnaval alemão, ou Fastelovend, marca a chamada “quinta estação do ano”.

 

8. Quebec – Canadá

quebec-winter-carnival-11

Mais um Carnaval “fresquinho”. No Canadá, as temperaturas podem chegar a -10°C, pelo que sair de biquíni e com um chapéu de penas na cabeça é impensável. Mesmo assim as três semanas de festa acontecem durante o inverno, por isso a comemoração é um pouco diferente da usual no Brasil. Concertos, esculturas de neve e competições de desportos no gelo atraem turistas do mundo inteiro, interessados em viver a experiência de um Carnaval gelado.

 

7. Notting Hill – Inglaterra

nottingHill

Ora aqui está um Carnaval que não se festeja no Carnaval! Estranho?  O Carnaval de Notting Hill festeja-se anualmente em Agosto, durante três dias e é uma tradição desde 1966. Atraiu cerca de 1 milhão de pessoas nos últimos anos, tornando-o um dos maiores festivais de rua do mundo. Com temática do Caribe, West London vê-se embalado com fitas de aço, música e comida tentadora à venda nas barracas. Se quiser pode participar na diversão, ou simplesmente ver a multidão passar. O domingo de Carnaval em Notting Hill pertence às crianças, com um percurso de desfile mais curto. É também o dia em que são atribuídos os prémios para os melhores trajes. À noite, os carros alegóricos deixam as ruas e as pessoas continuam as festividades nos pubs de Notting Hill.

 

6. Basileia – Suiça

switzerland-festival

Chamado de Fasnacht, começa uma semana após a quarta de cinzas. O primeiro acto é na madrugada da segunda-feira. Ainda no escuro, os foliões saem fantasiados pelas ruas da cidade com lanternas, flautas e tambores. São cerca de 200 lanternas pintadas, muitas delas no estilo carnavalesco, satirizando personalidades da política e de outras áreas. As fantasias são de cabeças gigantes e quem não está nas ruas está nas tabernas. Nelas podem ouvir-se os moradores criando versos satíricos sobre figurões locais. Assim como os relógios suíços, até o Carnaval é pontual: dura 72h e acaba exactamente às 4h.

 

5. Barranquilla – Colômbia

barranquilla1

É considerado o Carnaval mais colorido do mundo. Nos desfiles há espectáculos de dança, de cuspidores de fogo e ritmos folclóricos como cúmbia, pito, gaita, fandango e merecumbé. A comemoração acontece a 700 km de Bogotá e o auge é a Batalha das Flores, no sábado pré-quaresma. Por conta da riqueza cultural do evento, a Unesco declarou-o como Obra Prima do Património Oral e Intangível da Humanidade.

 

4. Nice – França

nice-carnaval

França foi em tempos um dos principais organizadores do Carnaval na Europa, mas actualmente são poucas as cidades francesas que assinalam a efeméride. Nice é uma delas e os seus festejos carnavalescos não desiludem. Em Nice, os gigantescos bonecos de papel saem às ruas, representando celebridades, acontecimentos e personalidades actuais  recriando-se ainda a célebre Batalha das Flores, em que as flores usadas para enfeitar os carros alegóricos são atiradas a quem assiste ao cortejo. Uma tradição que se mantém desde 1876 e merece ser vista e vivida bem de perto.

 

3. Torres Vedras – Portugal

torres_carnaval

Torres Vedras, Ovar, Figueira da Foz, Sines, Tomar e até a Ilha da Madeira são apenas algumas das cidades que mais investem na organização do Carnaval português. Apesar do frio do inverno, milhares de pessoas saem às ruas, viajando de todos os pontos do país, para verem os cortejos, os bonecos que satirizam a vida política e social do país e as figuras de cada cidade que ocupam, orgulhosamente, o lugar de “Rei e Rainha” do Carnaval. Nem as temperaturas baixas demovem os portugueses do seu Carnaval e há sempre a guerra sobre qual é o melhor Carnaval do país.

 

2. Veneza – Itália

veneza

É no período do Carnaval que Veneza recebe o maior número de turistas, atraídos sobretudo por uma tradição histórica que remonta ao século XII e que teve seu auge no século XVIII. É também nesta altura que a cidade italiana, conhecida como a Rainha do Adriático, ganha aquele aspecto de baile de máscaras a céu aberto. Dentro dos palácios antiquíssimos da cidade ocorrem algumas das melhores festas, com direito a fantasias do mais alto requinte.

 

1. Rio de Janeiro – Brasil

Rio_Carnaval

Toda a gente o conhece! É realizado quatro dias antes da quarta-feira de cinzas, o dia de jejum que marca o início da Quaresma. No Carnaval, diferentes escolas de samba disputam o primeiro lugar em desfiles elaborados que duram horas e onde os dançarinos vestem trajes incríveis de lantejoulas e penas. O Carnaval do Rio tornou-se famoso em 1930 pelos seus desfiles, festas e bailes, que se tornam maiores e mais impressionantes todos os anos. A história do desfile começou em 1928 e costumava percorrer diferentes rotas pela cidade antes de se estabelecer no Sambódromo.

 

 

Artigos Relacionados:

Imagens da Semana (2013.25)
10 desportos de prancha na água
Imagens da Semana (2013.29)
10 locais a visitar no Alto Alentejo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

404