10 estâncias de ski na Europa que valem a pena conhecer

Está aí a época da neve e para aqueles que ainda conseguem pagar umas férias de inverno para esquiar, o bicho começa a aparecer. O ski e o snowboard são hoje em dia praticados por pessoas de todo o mundo com a, muito por causa da facilidade com que se marcam férias em estâncias de ski nas agências que se especializadas, e que agora começam a aliciar os seus clientes com preços (mais ou menos) acessíveis. Hoje publicamos um artigo com 10 estâncias de ski na Europa que valem a pena conhecer. Para aqueles ainda não praticaram ski ou snowboard, podemos dizer que quando se experimenta e se gosta, não há como não querer voltar!

 

10. Pas de la Casa – Andorra

pas_de_la_casaAndorra é um pequeno principado nos Pirineus enfiado entre Espanha e França e é conhecida pelas estâncias de ski. Pas de La Casa abriu em 1957, é a mais antiga estância de ski de Andorra e oferece 31 elevadores com 100 quilómetros de pistas. Está ligada a outra grande estância, Soldeu/El Tatar, por isso os esquiadores têm acesso a 200 quilómetros de pistas com 66 elevadores e uma imensa área fora de pista para os mais aventureiros. A junção destas estâncias deu origem ao Grandvalira resort.

9. La Molina, Pirinéus

la_molinaLa Molina é uma estância com espírito desportivo e moderno que conjuga a vertente familiar com actividades mais radicais. Recebeu em 2008 o Campeonato do Mundo de Ski Alpini e em 2011 o Campeonato do Mundo de Snowboard.  É ideal para iniciados, com escolas de ski e snowboard ao virar da esquina e boas pistas para a aprendizagem junto à base.

8. St Moritz- Suiça

St_MoritzEsta é para aqueles para quem o dinheiro não é problema e que gostam de esquiar em estilo e rodeados de celebridades. Aqui encontramos lojas de luxo e spas, além de 350 quilómetros de pistas perfeitas. A altitude da montanha vai dos 1800 aos 3300 metros e com um glaciar torna-se um destino muito apetecível para os fãs do ski, com pistas mais fáceis na base e outras mais inclinadas à medida que se sobe a montanha.

7. Val Thorens – França

valthorensMais uma estância inserida nos Trois Vallées, com 600 quilómetros distribuídos em pistas dos mais diversos níveis e cobertas de neve até Maio. É a mais alta estância da Europa, e apesar da extensão nunca nos perdermos lá. É muito procurada pelas camadas mais jovens que procuram não só neve de qualidade em pistas de qualidade mas também pela animação nocturna, festas não faltam nos vários bares que ali se encontram e na maior discoteca dos Alpes.

6. Val D’Isere – França

val_isereEsta estância, que ficou conhecida através de Jean-Claude Killy, um local que ganhou a Triple Crown de Esqui Alpino nos Olímpicos de Inverno de 1968, oferece 300 km  de pistas. Daqui também é possível ir até à estância de Tignes, já que estão ligadas. Os esquiadores mais experientes encontram o paraíso nos cumes da Tour de Charvet, terreno glaciar fora de pista com pistas com 55 graus de inclinação. Para os iniciados também é um local interessante com as longas pistas.

5. Davos, Suiça


davosEsta estância foi originalmente criada como uma clínica para doentes com tuberculose, devido à alta altitude e ao sol. Combina 5 montanhas com mais de 300 quilómetros de pistas e é também conhecida pelas actividades fora de pista como o hóquei no gelo, patinagem e toboganning. É hoje um destino muito procurado por snowboarders tendo-se tornado uma meca para os praticantes desta modalidade.

4. St. Anton – Áustria

St_AntonSt. Anton é famosa pela animada vida nocturna e pela afluência de gente famosa, mas as pistas também são do melhor que se encontra no mundo mas ninguém pode afirmar que esquiar aqui é fácil. Existem guias que levam praticantes de nível intermédio e avançado em tours pelas zonas mais remotas e puras da montanha, mas toda a gente consegue encontrar o tipo de pista que gosta. Oferece 260 quilómetros de pistas e 85 elevadores.

3. Verbier – Suiça

verbierÉ o destino de inverno de escolha das famílias reais, Verbier fica repleto de celebridades. Nesta estância Suiça encontramos alguns dos chalets e hotéis de 5 estrelas mais luxuosos, bem como um restaurante com 5 estrelas Michelin. Como parte da área dos 4 Vallées, onde encontramos também as estâncias La Tzoumaz, Nendaz, Veysonnaz e Thyon, Verbier providencia acesso a 410 quilómetros de pistas cobertas de neve de grande qualidade.

2. Courchevel – França

courchevelCourchevel é uma das estâncias incluídas no Trois Vallée, a maior área de ski do mundo, com mais de 900 hectares de terreno. Oferece 66 quilómetros de pistas com 10 restaurantes ao longo das mesmas com fantásticas vistas para se aproveitar enquanto se descansa a meio do dia. É uma estância ideal para iniciados e para quem já tem alguma experiência com zonas fáceis para quem está a aprender e outras que obrigam a evoluir, testando a técnica e reflexos.

1. Chamonix, França

chamonix1Para os esquiadores, Chamonix é onde tudo começou. Rodeada a norte pelos enormes picos Aiguilles Rouges e a sul pelo famoso Mont Blanc é uma das mais antigas estâncias de ski em França. É um local é famoso em todo o mundo por ser uma meca para os amantes de desportos como escalada no gelo, escalada, extreme skiing, paragliding, rafting, canoagem e Wingsuit flying, além de ski e snowboard. Chamonix oferece pistas para todos os níveis, desde pistas muito longas, outras por entre as árvores, free-ride off-piste e pistas para iniciados.

 

 

 

 

Artigos Relacionados:

10 dicas para começar a correr
As 10 corridas mais duras do mundo
Os 10 países com mais linha costeira
Os 10 melhores skaters da última década

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

404